"O amor é finalmente um embaraço de pernas..."



Poesia lírica amorosa espírito x carne

Por Gregório de Matos

O Amor é finalmente
um embaraço de pernas,

uma união de barrigas,
um breve tremor de artérias.

Uma confusão de bocas,
uma batalha de veias,
um rebuliço de ancas;
quem diz outra coisa, é besta.

Ardor em firme coração nascido;
Pranto por belos olhos derramado;
Incêndio em mares de água disfarçado;
Rio de neve em fogo convertido:

Tu, que em um peito abrasas escondido;
Tu, que em um rosto corres desatado;
Quando fogo, em cristais aprisionado;
Quando cristal, em chamas derretido.


Nota: achei interessante a definição de amor do jeito do Gregório de Matos, lembrei dele visitanto o blog: http://poemadasquintas.blogspot.com/  de Yoran Junior

Comentários

Postagens mais visitadas