"Minha saudade saúda a tua ida..."

Viajantes

Saudação da saudade

Alice Ruiz


Minha saudade
saúda tua ida
mesmo sabendo
que uma vinda
só é possível
noutra vida.

Aqui, no reino
do escuro
e do silêncio
minha saudade
absurda e muda
procura às cegas
te trazer à luz.

Ali, onde
nem mesmo você
sabe mais
talvez, enfim
nos espere
o esquecimento.

Aí, ainda assim
minha saudade
te saúda
e se despede
de mim.

. . . /

Se alguém te fere, desculpa e esquece, lembrando que o espinho dilacera porque não tem a contextura da flor.

Emmanuel

Comentários

MARILENE disse…
O poema apresenta uma saudade compreensiva e bela, na despedida. Em versos, a saudade pode ser assim, mas quando nos aperta o peito, é por demais dura, e machuca (rss).
Seu blog passa por mudanças rápidas e está sempre uma obra de arte.

Bjs.

Postagens mais visitadas