Somos vítimas dos nossos e doutros julgamentos.



... os diferentes nos absolvem das culpas normais.

Comentários

Vera Lúcia disse…

Olá Sônia,

Foi um prazer receber sua visita após tanto tempo.
Espero que tudo esteja bem com você.

Gosto muito dos textos da Martha Medeiros, que sempre trazem ótimos pontos de reflexão.

Some não, tá?

Tenha uma ótima semana.

Beijo.
Aline Goulart disse…
Excelente reflexão, Sônia. O ser humano não julga só os diferentes. Julga tudo e a todos. Até os semelhantes. Já escutei muita gente falar mal de uma pessoa que cometeu o mesmo erro do que ela. Se o ser humano julgasse menos, o mundo seria com certeza bem melhor. Beijinhos.

Postagens mais visitadas